Skip to content

Saiba Como Realizar a Consulta Renavam

Você sabia que pode ter acesso a todas as multas e eventuais débitos do seu veículo apenas pela consulta Renavam?




Renavam significa Registro Nacional de Veículos Automotores. O Renavam é um código de registro, onde constam os principais cadastros do veículo. Este código é vinculado ao Departamento Estadual de Trânsito – Detran.

Ou seja, o Renavam é um código em que é possível identificar um determinado veículo. Cada veículo possui um código diferente e único, que é para poder distinguir cada um.

Este código é como se fosse o documento de identidade do seu carro, quase um RG dele e pode ser encontrado no Certificado de Licenciamento do Veículo – CRLV.

O número do Renavam é fornecido imediatamente após o primeiro registro do seu veículo no Detran.

Por meio da consulta Renavam, o proprietário do veículo pode ter acesso a diversas informações sobre o seu veículo, como informações técnicas – cor, modelo, ano, placa e informações sobre taxas, impostos, multas etc.




A consulta de débito por Renavam é uma funcionalidade muito utilizada, pois o proprietário tem acesso a todos os débitos de forma unificada e digital, sem precisar se dirigir ao Detran de sua cidade.

Para poder realizar a consulta Renavam, o proprietário precisa estar munido das informações corretas sobre o automóvel para que a busca possa ser realizada com a maior precisão possível.

Com esta facilidade, você poderá quitar suas dívidas muito mais facilmente, já que terá acesso aos seus débitos em relação aos seus automóveis.

Acesse as informações a seguir:

Onde Consultar o Renavam?

A consulta Renavam representa todas as informações possíveis do veículo, desde sua produção até seu descarte.

A partir deste código, todas as informações do automóvel são registradas como placa, alteração de proprietário, licenciamento e características gerais.

A principal fonte de acesso que possibilita a consulta Renavam é o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo, que é emitido pelo Detran.

Na parte superior do documento é possível encontrar o código que é composto por uma sequência que, a partir de 2013, passou a ter 11 dígitos.

Se você ainda não possui o CRLV em mãos mas deseja averiguar a situação do automóvel, deve solicitá-lo o mais rapidamente possível ao proprietário do veículo ou à concessionária.




Se você solicitar a numeração do documento, poderá realizar a consulta Renavam no Detran apenas com a numeração e placa.

Após ter acesso à placa, você pode realizar a consulta pelo Renavam e verificar todas as informações de débitos.

Desta forma, a consulta débitos Renavam se torna mais fácil e ágil!

Confira como realizar a consulta de débitos.

Como Consultar Débitos?

Realizar a consulta de débitos do Renavam pela internet possibilita que o proprietário do veículo tenha acesso aos débitos de forma online.

Para fazer a consulta de débitos, siga os passos a seguir:

1 – O primeiro passo é acessar o site do Ministério da Fazendo do seu estado. No exemplo o site é referente ao Ministério de São Paulo. No entanto, os sites são padronizados e funcionam, via de regra, quase sempre da mesma forma.




No menu à direita na página inicial, clique em IPVA.

consulta-renavam

2 – O segundo passo é fornecer o número do Renavam do automóvel que você deseja realizar a consulta e a sua placa. Após inserir os dados, digito o código de verificação e clique em “Consultar”.

consulta-pela-placa

Pronto! Na página seguinte você terá acesso a todos os débitos acometidos ao veículo!

Este processo pode ser feito por qualquer pessoa em qualquer aparelho com acesso à internet – computador, tablet e até mesmo celulares.

Basta ter acesso às informações necessárias e a consulta Renavam será feita rapidamente!

Como Consultar o Renavam?

Qualquer veículo, mesmo que zero quilômetro, que seja fabricado no Brasil ou que tenha sido importado, possui o número de chassi e motor.

Esses números são cadastrados previamente no BIN – Base Índice Nacional. O BIN é um banco de dados responsável por catalogar as informações automobilísticas.

Então, se você deseja ter acesso ao Renavam de um automóvel recém comprado, pode consultá-lo em sua nota fiscal.

A nota fiscal possui um código com a inscrição do Renavam. Este número indica as informações técnicas do automóvel.

Há, ainda, uma tabela disponibilizada pelos sites da secretaria da Fazendo Estadual.

Esta tabela possui os parâmetros que são utilizados para cadastros e cálculo de IPVA.

No processo de emplacamento de um veículo pelo Detran, o número do chassi é inserido no sistema e o programa emite a confirmação do pré-cadastro e acusa que aquele veículo nunca fora emplacado anteriormente.

Após este processo, uma outra área do Detran encaminha o veículo para que essa verificação possa ser feita.

O funcionário é responsável por lançar o código do Renavam no sistema, aquele que consta na nota fiscal, para que outras informações técnicas do carro sejam acusadas, como marca e modelo.

Feito isto, o processo é finalizado ao retornar ao dono do automóvel a informação do número da placa e um novo número de Renavam, o que constará no documento do automóvel.

O número da nota fiscal passa a ser inutilizável e não ter serventia alguma.

Vale lembrar que os automóveis não podem ser multados apenas pelo número do chassi ou Renavam.

As multas só podem ser catalogadas em veículos devidamente emplacadas.

Desta forma, ao puxar Renavam, você poderá realizar diversas consultas posteriores que necessitar.

Como Consultar Pela Placa?

Como ensinado no passo a passo acima, é possível realizar a consulta de débitos por meio do Renavam e da placa do veículo.

Ao acessar o site da Secretaria da Fazendo do seu estado ou do Detran do seu estado, você pode consultar todas as informações sobre o automóvel.

Dos 11 dígitos do Renavam, 9 indicam o estado que o automóvel foi cadastrado, além disso, este número é intransferível!

Ou seja, mesmo que o veículo venha a possuir diversos donos no decorrer dos anos, a numeração do Renavam será sempre a mesma.

Ao contrário da placa, que tende a permanecer a mesma se o veículo continuar no mesmo estado.

Se o automóvel for vendido e o novo deve residir em um estado diferente, deverá realizar a troca de placa, já que cada unidade do Detran está subordinada ao governo estadual.